Blog Animal

GROUNDING! O que significa?


Essa expressão significa aterramento, o simples ato de colocar os pés descalços (ou patas) na terra. Todos nós já sentimos a sensação de conexão com a terra, a maioria também já deve ter observado os animais quando estão em contato com ela. A prática é vista com um potencial terapêutico muito interessante, inclusive como complementar no tratamento de doenças crônicas e degenerativas, além de uma estratégia contra o estresse, processos inflamatórios e até cardiopatias.

Porém, estamos cercados por concreto, porcelanatos e pisos emborrachados, em grande parte do dia. Com os animais não é diferente e em alguns casos, até pior!
Quantos deles nunca puderam ter a chance de sentir a terra, a grama ou de se conectarem de verdade ao
que é natural? Tudo isso nos mantém desconectados deste fluxo de elétrons, fluxo este que deveríamos
estar naturalmente conectados e eles também!

Mas qual é o motivo pelo qual isso acontece? Bem, alguns estudos, que deixo referenciados, vem mostrando que o aterramento é uma fonte de potencial antioxidante.
O planeta Terra carrega em sua superfície uma intensa carga negativa de energia, essa camada é rica em elétrons livres, e é justamente essa carga negativa responsável, na teoria, pelo combate aos radicais livres. Radicais livres: são moléculas que perderam um radical durante uma reação e se tornaram eletricamente instáveis. Isso as torna extremamente reativas, o que desestabiliza o delicado equilíbrio químico celular orgânico.

Sendo assim, o “Grouding” ou aterramento é uma maneira de compensar a congestão bioelétrica a qual os animais estão sujeitos, essencial para o rendimento máximo dos sistemas corporais. Não precisa ter acesso a uma floresta inteira todos os dias, um jardim, uma praça e até mesmo um canteirinho já cumprem bem esse papel!

Mariana Malacco
Médica Veterinária sistêmica e Integrativa

Terapias complementares e vibracionais

@vet.marianamalacco

www.quanticavet.com.br

CHEVALIER, Gaétan; MORI, Kazuhito; OSCHMAN, James L. The effect of earthing (grounding) on human physiology. European Biology and Bioelectromagnetics, v. 2, n. 1, p. 600-621, 2006.
CHEVALIER, Gaétan et al. Earthing: health implications of reconnecting the human body to the earth’s surface
electrons. Journal of environmental and public health, v. 2012, 2012.
OSCHMAN, James L. Can electrons act as antioxidants? A review and commentary. The Journal
of Alternative and Complementary Medicine, v. 13, n. 9, p. 955-967, 2007.
OSCHMAN, James L.; CHEVALIER, Gaétan; BROWN,

Comparilhar

Deixe uma resposta