Blog Animal

ALIMENTAÇÃO NATURAL PARA CÃES

comida de verdade

Há 5 anos comecei a me questionar sobre o motivo pelo qual meus cães estavam ficando tão doentes. E quais eram os fatores que estavam causando tantos problemas (alergias, aumento dos níveis de colesterol e triglicérides, alterações intestinais crônicas, diabetes, aumento dos níveis de cortisol, obesidade etc) em meus pacientes.  Na  faculdade aprendemos, assim como os tutores de animais, que o melhor alimento é a ração. Que essa é a “única forma de alimentarmos nossos animais” e a nutrição “mais completa e balanceada”.

Muitas questões sobre a nutrição canina e felina ainda geram discussões e dúvidas. Mas vou tentar esclarecer algumas coisas.
Precisamos olhar para as causas ou “gatilhos” que estão desenvolvendo a grande maioria das doenças nos nossos animais. E dessa forma tratar e restabelecer o equilíbrio do organismo. É necessário  parar de “remediar” mascarando sinais clínicos.

Na nutrição humana, sabemos que é necessário escolher alimentos naturais para o consumo e não “produtos alimentícios”. Essa regra é sempre muito falada por profissionais de saúde.
Alimentos ou “alimentos in natura”, como também são conhecidos, são aqueles que encontramos na natureza: sem conservantes, sem aditivos ou sem nenhum produto que os modifiquem ou interfiram na sua validade. Exemplo: carnes, frangos, peixes, legumes, frutas e verduras.
Já os “produtos alimentícios” ou alimentos “processados” passaram por alguma interferência que modificou sua forma original, com o objetivo de fazê-los durar mais tempo.
Os alimentos ultra processados, em geral, são “fórmulas” produzidas pela indústria. Não contem o alimento em sua forma natural. São formulados com muitos aditivos, conservantes e aromatizantes para dar gosto, cheiro e aparência atraente.
Produtos alimentícios podem causar diversas alterações em nosso metabolismo e, com a absoluta certeza, não são opções que conferem saúde, longevidade e prevenção de doenças.
Precisamos do simples, do real, e não do processado.

Como Já dizia Hipócrates:
“Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio”.
Então chegamos ao ponto:
Se para nós tudo isso faz sentido, por que deveríamos alimentar nossos cães com produtos alimentícios ? E fazer desse alimento algo exclusivo e diário?
A Ração é um produto alimentício (Ultra processado). Contém conservantes como BHT e BHA (antioxidantes sintéticos). Sobre o BHA, algumas pesquisas já apontam que pode causar danos à saúde, podendo ser cancerígeno, e se usados constantemente pode induzir modificações em DNA. Também utiliza grãos na sua formulação (trigo, soja e milho transgênicos). Os alimentos transgênicos podem causar aumento nos quadros de alergia, maior acúmulo de resíduos de agrotóxicos e aumento de substâncias tóxicas. Consumidos, eventualmente e isoladamente, podem não trazer tantos problemas. Mas já imaginaram consumir diariamente? Por 10 – 15 anos?
Através desses questionamentos iniciais busquei informações e diversos estudos.
E foi através dos conhecimentos obtidos, do acompanhamento (clínico e laboratorial) dos meus pacientes, da observação diária e análise de exames dos meus cães, que falo para vocês o quanto é importante escolher alimentos in natura (verdadeiros) para os nossos animais.
Os benefícios são inúmeros: Maior vitalidade, disposição, as fezes reduzem em tamanho e odor, pelos brilhantes, redução dos quadros alérgicos, manutenção do peso saudável, mais alegria, maior interesse em alimentar, prevenção de diabetes, aumento da imunidade, redução de processos inflamatórios, prevenção do câncer, normalização dos hormônios e muito mais.
Portanto, para resumir, essa é a minha EXPERIÊNCIA  e entendimento  sobre a Nutrição canina.
O poder do alimento natural é imenso e transformador!

A Alimentação adequada  previne e cura inúmeras doenças.

Gabriela Rodrigues Monteiro
Médica Veterinária e proprietária da Vet Healing.

Comparilhar

Deixe uma resposta