Blog Animal

Problemas comportamentais relacionados à Dor

Pode ser que a relação entre à dor e os comportamentos indesejados sejam de difícil compreensão, mas mesmo assim merece atenção, por isso a importância de aumentar a consciência e o interesse por esse assunto.

A queixa principal dos tutores em algumas situações com seus pets podem ser comportamentais, mas também podem ser relacionados à dor. Essa dor às vezes possui sinais claros como por exemplo claudicação; no entanto, mesmo na falta de sinais específicos da dor, a dor tem o potencial de prejudicar o aprendizado e o desempenho de nossos animais de estimação.

Por exemplo, quando um cão não aprende a se sentar da forma certa em aulas de obediência, pode ser resultado da dor associada à displasia de quadril, por isso o mais prudente é avaliar a causa da dor quando o desempenho de um cão é alterado.

Por outra parte, quando gatos evitam bandejas de areia com lados altos, possivelmente seja devido à dor associada ao acesso à bandeja. Isto pode acontecer porque existe uma associação aprendida entre a micção dolorosa e o local da micção levando a evitar a bandeja sanitária.

Existe um sinal pouco conhecido de dor gastrointestinal em cães que é chamado de comportamento de olhar as estrelas. Isso é representado como uma elevação da cabeça e pescoço seguida de olhar para o teto ou para o céu. Quando um cão apresenta vários episódios sucessivos de observação de estrelas pode estar manifestando uma gastrite erosiva ou esofagite de refluxo entre outros distúrbios gastrointestinais. Por essa razão, existe a hipótese de que olhar as estrelas é uma manifestação de dor associada às situações médicas.

Diversos problemas comportamentais podem ser causados pela dor e, certamente muitos casos continuam sem diagnóstico devido à falha em reconhecer a relação entre os sinais clínicos e a dor.

Contudo, não se sabe de forma certa, se esses comportamentos são realmente sinais de dor ou se existe uma associação a ela de outras formas, por isso são denominados como comportamentos adjuvantes associados à dor. Entretanto, eles são de extrema importância clínica para médicos veterinários comportamentalista e médicos veterinários gerais como uma forma de indicação para à realização de um exame mais minuscioso.

FONTE: MILLS, D. S, et al. Pain and Problem Behavior in Cats and Dogs. Animals (Basel) US National Library of Medicine National Institutes of Health. v 10(2): 318. Feb 2020.

Comparilhar

Deixe uma resposta